Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento.Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

ANDROGRAPHIS

Andrographis paniculada

Originária da índia, a andrographís tem um gosto muito amargo que estimula a atividade digestiva e do fígado e combate infecções. Apreciada na medicina aiurvédica e chinesa, o seu uso tradicional inclui problemas graves, como disenteria, febre, lepra, malária e lombrigas.

Descrição : Planta da família das Acanthaceae, é uma planta de gosto amargo que estimula a atividade digestiva do fígado e combate as infecções. Com a possibilidade de ser mais conhecida no ocidente, essa erva possui um perfil terapêutico quase único.

Possui caule ereto e altura de 30 a 110 cm , cresce em lugares úmidos e sombreados.

A haste é delgada é verde escuro, com secção transversal com sulcos longitudinais.

As folhas tem forma de lança com lâminas sem pelos, medindo até 8 centímetros de comprimento por 2,5 de largura.

As flores são pequenas, presas em racemos espalhados.

O fruto é uma cápsula em torno de 2 centímetros de comprimento com alguns milímetros de largura. Ele contém muitas sementes amarelo marrom.

Habitat : Originária da Índia.

Plantio : É amplamente cultivada no Sul e Sudeste Asiático.

Propriedades : anti-inflamatório, tônico amargo, imunoestimulante e protege o fígado.

Composição: ácido sucínico.

Indicações : Auxilia e fortalece o fígado, protegendo-o de infecções e danos tóxicos. Estimula o sistema imunológico, tornando-o capaz de vencer infecções virais. Muito usado em infecções respiratórias. Incluindo a influenza. Vários estes clínicos concluíram que essa erva pode reduzir os sintomas de sinusite, constipações e infecções na garganta. também pode ser útil em problemas gastrointestinais, como intoxicações alimentares, gastroenterites e diarreia.

Sistema imunológico fraco, problemas digestivos e de fígado : Com probabilidades de vir a ser bem mais conhecida no Ocidente, esta erva tem um perfil terapêutico quase único.

Por um lado, auxilia e fortalece o fígado, protegendo-o de infecções e de danos tóxicos e, por outro, estimula o sistema imunitário do corpo, tornando-o mais capaz de se defender e de resistir a infecções, sobretudo infecções virais.

No passado, foi mais usada para problemas de ligado, mas as suas propriedades como estimulante do sistema imunitário fazem dela um remédio essencial para proteger de infecções respiratórias, incluindo constipações, gripes e influenza.

Vários testes clínicos concluíram que a andrographis reduz os sintomas de sinusite, constipações tipo gripe e infecções da garganta e melhora a velocidade de recuperação desses problemas.

Também pode ser útil em problemas gastrointestinais, como intoxicações alimentares, gastroenterites e diarreia.

Estudos sugerem que é tão eficaz como o paracetamol no alívio da febre e de sintoma; de gripe, tendo melhores resultados se tomada regularmente durante vários dias.

Nos distúrbios hepáticos, deve ser tomada mediante conselho de um profissional, funcionando bem com outros remédios pare o fígado, como o cardo mariano (Silybum marianum). Também se está a investigar a sua capacidade para ajudar a prevenir o câncer.

Posologia : Infusão, tintura, extrato de andrographis em doses de 4%, em comprimidos 1020 mg ao dia.

Contraindicações/cuidados: Sobredose pode causar desconforto digestivo, não tomar durante a gravidez e amamentação.

Posologia: Para melhor resultado, tome-o mais rápido possível, procure preparos comerciais, padronizdos pelo seu conteúdo andrografolídeos, resposáveis pelas propriedades curativas da erva. A dosagem de 6 gramas da erva desidratada por dia, é utlizada para infecções e doses mais baixas são tomadas como prevenção.

Bibliografia:

_Alimentos que Curam, Como a Comida Pode Ajudar o seu Sistema Imunológico., Readers Digest Brasil, Health e Fitness, 2014.

_Ervas que Curam, Descubra e Usufrua do Poder Medicinal da Natureza., Readers Digest Brasil, 2014.

LEVI, Elinor e Tom Monte., Os 10 Mandamentos do Sistema Imunológico., Ground, Segunda edição, São Paulo, 2008.


Dieta  de 21 dias