Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

ASPÉRULA ODORÍFERA

Galium odoratum

Essa planta de flores em forma de estrela, tem uso tradicional como condimento na culinária europeia, pode ser utilizada em casos de dor de cabeça.

Descrição : Planta da família das Rubiaceae.

Possui flores brancas em forma de estrela aparecem sobre as folhas estreitas e cerde-claras, dispostas em espiral em um caule rijo.

Trata-se de uma planta que alcança até 30 centímetros de altura e que permanece verde durante todo o verão.

A casca da aspérula é excelente para perfumar a roupa branca; quando seca, tem cheiro doce de feno recêm-cortado.

Nos países escandinavos e na Alemanha ela é um dos ingredientes das salsichas, e na Alsácia Lorena é colocada no vinho de maio.

A planta toda é mergulhada em vinho branco doce por duas semanas, o vinho se torna ligeiramente espumante.

Propriedades : Antiespasmódica, antisséptica, anestésica, adstringente, diurética e tônica.

Sinônimos botânicos: Aspérula odorata L.

Indicações: Dilatação do fígado, dor de cabeça, ferida, hidropsia, icterícia, inchaço, nefrites.

Propriedades : Age sobre o sistema nervoso como um tranquilizante não tóxico, que não produz efeitos colaterais. Ajuda a combater a insônia e é tão suave que pode ser usado tanto por velhinhos bem como crianças. Também é útil no tratamento da colite.

Asperula Odorifera

Referências:

_Herbário Alberto Castellanos (GUA), Volumes 3 e 4, 1989.

_Estação Agronómica Nacional., Volumes 31 e 32, 1969.

_Anais do Instituto Superior de Agronomia, Volumes 19-22, Instituto Superior de Agronomia., 1953

FELIPE, Gil. No Rastro de Afrodite – Plantas Afrodisíacas e Culinária. Atelie Editorial, 2005.


Dieta  de 21 dias