Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento.Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

BABOSA AFRICANA

Aloe humilis

Trata-se de uma planta da espécie liliopsida do gênero Aloe, também indicada para queda de cabelo, como outras do gênero.

Descrição : Planta da família das Liliaceae, também conhecida como erve-babosa, aloe africana.

Parte utilizada: Casca do tronco e dos ramos, folhas, raiz.

Princípios Ativos: Ácido ascórbico, alicina, alina, cálcio, ferro, fósforo, magnésio, niacina, óleos essenciais, potássio, tianina (vitamina B1), vitaminas A, C.

Propriedades medicinais: anti-inflamatório, aperitiva, cicatrizante, emenagoga, emoliente, estomacal, purgante, tônica.

Indicações: Erisipela, inflamação, queda de cabelos, queimadura, vesícula.

Contraindicações/cuidados: Dose acima do normal pode provocar nefrite.

Modo de usar:

- Suco das folhas em aplicações externas.

- elixir, tônico para o fígado: 10 g de folhas picadas, 10 g de mirra, 5 g de açafrão, 15 g de ruibarbo e 10 g de ácido clorídrico, 200 g de vinho Xerez. Agitar, deixando macerar por dez dia, filtrar, conservar o líquido em uma garrafa. Tomar 50 gotas antes das refeições.

- pílulas tônicas: 1 g de babosa em pó, 0,5 g de extrato de quina, 0,2 g de canela em pó, mel em quantidade suficiente para dar consistência à mistura, misturar e dividir em 10 pílulas. Tomadas 1 pílula antes das refeições.

- pílulas laxativas: 12 g de babosa em pó, 2 g de escamônea, 2 g de polpa de sene-de-palta, mel (uma ponta de faca). Amalgamar todos os ingredientes sobre uma laje de mármore ou de vidro, dividir em 16 pílulas. Tomar uma ou duas à noite.


Babosa Caraguatá