Plantas Que Curam - O seu guia de Plantas Medicinais na Internet

Indicações Terapêuticas da Beladona

Atropa belladona

Descrição : Família das Solanáceas. É um arbusto cujos frutos, semelhantes a cerejas escuras, encerram os alcalóides "atropina", "hiosciamina" e "esca-polamina". O primeiro é usado sobretudo na oftalmologia, e os demais no tratamento de doenças nervosas. "Nenhuma planta conhecida, nem mesmo o ópio e a quina, tem mais aplicações na terapêutica; principalmente no tratamento do vasto grupo das neuroses" (Caminhoá). Os homeopatas incluíram a beladona nos doze medicamentos policrestos, isto é, que têm muitas aplicações medicinais. É empregada contra a epilepsia, a afonia, o tétano, a tosse, asma e coqueluche, sendo útil também na afonia, na disenteria, na nevralgia, convulsões, hidrofobia. delirium tremens, cólica hepática, reumatismo, gripe, resfriado, hérnia estrangulada, estreitamento da uretra, escarlatina, metrite, flegmasia, pneumonia, panarício, hematese e palpitações do coração.

Parte utilizada: Flores, folhas.

Propriedades : Antiasmático, relaxante muscular.

Indicações : Relaxa os músculos lisos , reduz as dores das cólicas urinárias e da vesícula biliar, aliviam as crises de asma (antiasmático). São igualmente usados para reduzir os suores noturnos dos tuberculosos. O efeito da atropina (dilatação da pupila ocular) é utilizado nos exames oftalmológicos. Usada no tratamento externo das hemorróidas.

Principios Ativos : Contêm 1% de alcalóides derivados do tropano (hiosciamina, atropina), ácido atrópico, beladonina e escopolamina.

Toxicologia : A atropina (alcalóide) é de uso perigoso, pois torna toda a planta extremamente venenosa. Essa planta nunca deve ser usada em preparados caseiros. Utilize somente medicamentos industrializados, seguindo rigorosamente as indicações dos profissionais de saúde. São conhecidos casos de envenenamentos mortais em crianças e em adultos, que confundem as bagas da beladona com as do murtilho; não se deve lançar mão dela, nem em quantidades pequenas, sem a supervisão de um médico. O simples fato de manipulá-la pode ser perigoso. Tem efeitos psicoativos, provocando alucinações, náuseas, cegueira; a ingestão de dez bagas é mortal.

Modo de usar: - cigarros de beladona: abrandar os acessos de asma, bronquite e coqueluche; - pomadas diminuir a dor dos pacientes com caxumba, reumatismos e outras nevralgias; - internamente: cólicas intestinais e renais; - externamente: pomadas e cataplasmas; - internamente: tintura (dose máxima diária: 50 gotas); extrato fluido (dose máxima diária: 5 gotas).


Beladona


Indique nosso site para um amigo.