Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

BENEFÍCIOS MEDICINAIS DA BERGAMOTA

Citrus aurantium

Essa laranja rica em ácidos cítrico e ascórbico, é excelênte em casos de carência de vitamina C.

Descrição : Planta da família das Rutaceae, também conhecida como laranja-cravo, laranja-mimosa, mandarina, mexerica, mimosa, mixirica, tangerina, vergamota.

Parte utilizada: Folhas, frutos, óleo essencial, flores.

Princípios Ativos: Ácido ascórbico, ácido cítrico, bergaptina, hesperetina, hesperidina, limonina, naringina, nomilina, sinesetina, violaxantina.

Propriedades medicinais: Analgésica, anti-helmíntica, antisséptica, antivirótica, aromática, cicatrizante, diurética, digestiva, estimulante, expectorante, fixadora, refrescante, revigorante.

Indicações: Angina, ansiedade, apetite (regular), bronquite, carência de Vitamina C, cistite, depressão, dermatites, dor de garganta, febre, gases, gripe, infecções urinárias, infecções vaginais, inflamação, leucorreia, mau hálito, medo, picadas de insetos, sarampo, sintomas de resfriado, tristeza, tuberculose, uretrite, varicela, vermes intestinais.

Contraindicações/cuidados: O uso externo pode causar fotossensibilidade. Não deve ser usada com exposição solar ou aos raios ultravioletas. O uso externo pode causar sérias queimaduras na pele e manchas de difícil remoção, eventuais reações alérgicas, hipersensibilização e irritações na pele de pessoas sensíveis.

Modo de usar:

- Frutos são consumidos frescos ou na forma de sucos e em saladas de frutas;

- em produtos cosméticos e de higiene, como cremes e máscaras: peles oleosas, acnes e infecções da pele;

- enxaguatórios bucais: mau hálito;

- aromatização de banhos e óleos para massagem: devolver a energia, proporcionar sensação de frescor e aliviar dores musculares;

- Em pomadas para limpeza e cicatrização de feridas e arranhões;

- Fabricação de xampus: limpeza profunda dos fios de cabelos e de loções revigorantes: fortalecer o couro cabeludo;

- Óleo como fixador de aromas e componente de águas de colônia;

- Decocção de folhas e os ápices florais: Uso interno: abaixar a febre, eliminar vermes intestinais; banhos de assento: infecções do sistema urinário (cistite, uretrite, infecções vaginais, leucorreia); inalações, gargarejos, banho e massagens: sintomas de resfriado, gripe, dor de garganta, tuberculose, angina, bronquite, acelerar a cicatrização de dermatites (por sarampo, varicela, picadas de insetos);

- Na aromaterapia: aliviar sensações de medo e ansiedade, reduzir depressão e tristeza, acalmar e equilibrar as emoções, regular o apetite (provocado por ansiedade), restaurar a autoconfiança.

- Infuso ou decocto a 50% da casca ou do fruto inteiro: dose máxima diária: 50 ml.

Bergamota



Dieta  de 21 dias