Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS DO CAFÉ

Coffea arabica

E difícil imaginar o Brasilsem a cultura do café, mas o ato de beber café só começou no Ocidente no século XVIII. Desde então, a sua capacidade para aguçar a perspicácia e a concentração e a sua eficácia enquanto estimulante garantiram-lhe popularidade.

Descrição : Família das Rubiáceas. É um arbusto grande, piramidal, de caule reto, até 2 m de altura, casca acinzentada e rugosa, folhas opostas, curto pecioladas e curto estipuladas, onduladas nas margens, verde escuras e luzidias na página superior e um pouco esbranquiçadas na página inferior; flores brancas, ou ligeiramente róseas; o fruto é baga ovoide vermelha e depois quase preta, contendo 2 sementes cartilaginosas, convexas sobre a parte dorsal, planas e sulcadas na parte interna.

O alto valor desta planta está no seu fruto. É o café, melhor dizendo, nas suas sementes, que têm formas elípticas, ovóides, achatadas ou arredondadas. Com elas se prepara a excelente bebida cujo consumo é enorme em todos os países civilizados do globo.

Parte utilizada: Folhas, sementes.

Modo de Conservar : O fruto pode e ser utilizado quando maduro. As sementes devem ser secas ao sol. O pó de café é feito com a semente torrada e moída. O armazenamento deve ser feito em frascos de vidro ou porcelana.

Origem : Coffea, região da Etiópia e foi introduzido no Ocidente pelos árabes.

Princípios Ativos: alcaloides, inclusive os alcaloides purínicos ou xantinas (cafeína, paraxantina, teobromina, teofilina), ácidos orgânicos (ácido clorogênico, ácidos cafeico, metilúrico, vanílico, hidroxibenzoico, ferrúlico), flavonoides (caempferol, quercetol), diterpenos (cafestol, caveol), salicilatos (salicilato de metila), EDTA, ácido benzoico, derivados nicotínicos (trigonelina), óleos essenciais (ácido cinâmico, aldeído cinâmico), vitaminas (nicotinamida, ácido ascórbico, tiamina, riboflavina, caroteno), minerais (cálcio, fósforo, ferro).

As sementes do café contêm "cafeína", ácido café-tânico, "legumina", (caseína vegetal), glicose, clorogenato de potassa, substância graxas, dextrina, matérias azotadas, matérias minerais, essência aromática solúvel e de cheiro suave, celulose, água higroscópica, óleo essencial concreto insolúvel, cobre, litina, rubídio e ainda outro ácido vegetal indeterminado; submetidas à torrefação desenvolvem um óleo empireumático de cor parda que lhes comunica o aroma peculiar e delicioso e o tão falado paladar, os quais provêm da decomposição do clorogenato de potassa e de parte da cafeína, é o óleo essencial "cafeona" princípio excitante do sistema nervoso e também dotado de propriedades antissépticas.

Propriedades medicinais: Analgésico, anti-hemorrágico, antidiarreico, antiespasmódico, antigripal, anti-inflamatório, broncodilatador, cardiotônico, depurativo, desintoxicante, digestivo, diurético, estimulante, excitante, expectorante, hipoglicemiante, hipotensor, revigorante ífero, tônico, vulnerário.

Grãos de Café

A cafeína exalta o sistema nervoso e o sistema muscular, aumentando a força de contração dos músculos, inclusive do coração. A própria inervação recebe o influxo direto da excitação, revelando-se por um aumento na atividade funcional das células cerebrais e medulares. O café é também útil para combater as febres intermitentes, a tifóide, a hemorragia cerebral, o estado apoplético, a embriaguez, a gota, as hérnias estranguladas, a cefalalgia, a asma, a diarreia crônica, certas amenorreias, etc.

É antídoto do "ópio" e da "morfina" assim como de todos os demais alcaloides, combatendo energicamente o efeito daqueles. O café verde, assim como o valerianato de cafeína, é empregado contra a coqueluche e a oftalmia. O pó do café é usado como adubo. Contém amido, matérias azotadas, matérias graxas, matérias extrativas não azotadas, sendo que pode e deve entrar na alimentação dos animais e das aves domésticas.

Indicações

Uso geral : Aumentar o metabolismo e a lipólise, asma, aumentar a secreção de ácido clorídrico, diabetes, baixar a glicose, bronquite, cansaço mental, cefaleias de resfriados, cólicas em geral, diarreia, dilatar os brônquios, estimulante do sistema nervoso, estimulante digestivo.

Dores de Cabeça : Ainda que seja difícil ver o café como um remédio, a verdade é que ele pode ter usos medicinais. O café, ou a cafeína, como um ingrediente comum em comprimidos para dores de cabeça e analgésicos, por exemplo, quando usado com paracetamol.

Sozinho, o café pode ajudar a fazer desaparecer uma dor de cabeça e a sensação de cabeça confusa. Com moderação, estimula a vivacidade e melhora a concentração e o ritmo de trabalho. Pode, contudo, causar dores de cabeça, falta de sono, palpitações e irregularidade cardíaca, mas isso só costuma acontecer com um consumo elevado. Cortar com o consumo regular de café pode causar dores de cabeça com duração de até 4 dias. O café tem um efeito diurético. E melhor evitá-lo em problemas de saúde crônicos, sobretudo na fraqueza e esgotamento prolongados

Café

Contraindicações/cuidados: Não deve ser consumido por quem tem gastrite, úlcera péptica, insônia, agitação psicomotora, taquicardia e taquiarritmias.

Efeitos colaterais: As xantinas do café podem causar irritação das mucosas do estômago e das vias urinárias, insônia e palpitações.

Modo de usar:

Grãos secos, torrados e moídos, no preparo do cafezinho, quente ou gelado, puro, com leite, chocolate, creme, chantili ou bebidas alcoólicas.

Em doces, balas e bolos.

4 gramas de grão cru fervido em um copo de água. Tomar à noite: baixar a glicose.

Chá das folhas: fadiga, cansaço mental, diarreia, cólicas em ônquios (bronquite, asma).

Aromaterapia : Estimulante, antidepressivo e revigorante nervoso.

VEJA TAMBÉM EM NOSSO SITE :

Formulação de remédio caseiro com balas de café.

Formulação de remédio caseiro de extrato alcoólico de café.



Dieta  de 21 dias