Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

CUMARUZEIRO

Dipteryx odorata

Descrição : Planta da família das Fabaceae, também conhecida como fava-de-cumarú, fava-tanka, cumarú, umbanú, muirapaú. Arvore de grande porte, frondosa, podendo atingir mais de 30m de altura, amazônica, madeira resistente e durável utilizada em construções. Produz feijões (favas) acinzentados ou pretos, com até 5cm de comprimento e 1 cm de diâmetro, com agradável aroma a baunilha (devido a cumarina, o meliloto também tem esse aroma, assim como outras espécies), que podem ser usados como aromatizante (do óleo de rícino, p.ex.), flavorizante de alimento (hoje seu uso e desaconselhado pelo alto conteúdo em cumarinas), de tabaco e na perfumaria (como fixador). Os feijões tradicionalmente são fermentados em aguardente e secos ao tempo - resultando na formação de cristais de cumarina (entre 3 e 10%) na superfície do grão, se estivessem congelados; O genera Dypterix tem mais de 10 espécies apenas na América tropical.

Partes utilizadas : Cascas e sementes.

Habitat: É nativa das florestas do Brasil, Venezuela, Guianas, Suriname, Peru e Colômbia. Sua maior concentração e nos estados do Amazonas e Pará.

História: Árvore muito utilizada na Amazônia, há séculos, medicinalmente e por sua madeira durável e resistente.

Propriedades medicinais: Anestésico, moderador da respiração e movimentos cardíacos, tônico, tônico do couro cabeludo.

Indicações: Afecção pulmonar, ameba, asma, bronquite, coqueluche, derrame, espasmo, otite, resfriado, tosse, úlcera bucal.

Princípios ativos: Cumarinas: 1-3 a 10% favas: Estéreis de ácidos graxos Isoflavonas; Derivados do lupeol; Outros componentes: batonofonina, lariciresinol, eteril-hidroxiretusina-8-metil, 5-metoxi-xantocercina A, 6,4'-dihidroxi-3'-metoxiaurona, 7-hidroxicromona, 7,3'-dihidroxi-8,4'- dimetoxiisoflavona, betulina, butina, 3-glicosideo do acido cumarico, dipterixina, acido ipterfxico, eriodictiol, acido ferúlico, isoliquiritigenina, lupeol, melilotosfdeo, melilotosfdeo-1 -p-cumaril-R-d-glicose, metil-linole-nato, metil-oleato, acido 0-cumarico, acido 0-hidroxicumarico, cdoratina, acido P-hidroxi-benzoico, retusina, eter retusina-8-metil, sulfuretina, acido salicílico e umbeliferona.

Efeitos colaterais: Pode causar cefaleia, insônia, tontura, vômitos, diarreia, náuseas; O uso em altas doses ou prolongado pode levar a lesões hepáticas que desaparecem com a interrupção do uso e atrofia testicular e retardo do crescimento.

Posologia: Adultos: O chá das sementes e utilizado em dose padrão: 5g de sementes secas (1 colher de sobremesa para cada xícara de água) em decocto para uso interno, tornados 2 vezes ao dia; O azeite extraído das sementes cruas pode ser pingado em ouvidos inflamados, ferimentos e ulceras e fraccionado em articulações dolorosas.

Farmacologia: A cumarina e um principio ativo vegetal bem conhecido como solventes sanguíneo - que se encontra em uso comercial como cumadina ou Warfarina; tóxico em altas doses: causa lesões hepáticas graves, retardo do crescimento, atrofia testicular e paralisia cardíaca a em cães e ratos. A DLM em ratos e de 680mg/Kg.

Em estudos com o extrato das sementes, em animais, conduzidos aqui no Brasil foram demonstradas evidencias de efeitos colagogo, coleterico, antiespasmódico, hipoglicêmico, anti-diuretico, anti-espermatogenico e anti-inflamatório.

Também foram evidenciados lesões hepáticas e toxidade em doses de 350mg/Kg com o extrato de sementes cruas. Pesquisas nos EE.UU. em 2003 relataram efeito antitumoral in vitro em câncer mamário de cobaias. O uso da Fava-de-Tonka e hoje um assunto controverso - seu uso tradicional em xaropes para coqueluche e combatido pois pode causar paralisia cardíaca se usado em altas doses; Também não se aconselha seu uso como flavorizante de alimentos.

Mas as matérias graxas das favas ainda são vendidas na Holanda com o nome de manteiga de Tonka. Seu uso em perfumaria e cosmética ainda pode ser uma alterativa de sustentabilidade para as populações da floresta amazônica. Quanto ao uso medicinal, o risco de superdosagem de cumarinas e o mesmo, sendo elas sintéticas ou de origem vegetal.

Camaruzeiro

Dieta  de 21 dias