Plantas Que Curam - O seu guia de Plantas Medicinais na Internet

CANELA DA ÍNDIA

Cinnamodendron verum

Descrição : Planta da família das laureacea, também conhecida como aneleira, canela da índia e caneleira do ceilão. A canela e uma árvore perene que pode atingir até 8 ou 9 metros de altura. O tronco chega a medir até 35 cm de diâmetro. A caneleira precisa de 1.300 mm de chuva por ano e uma temperatura media anual superior a 21 °C. A árvore tern as folhas de cor verde-clara, com forma oval-lanceolada, e uma textura áspera, medindo aproximadamente 20 cm de comprimento. As flores são de coloração amarela ou esverdeada, numerosas e bem pequenas, agrupadas em caches ramificados. A especiaria e derivada da casca marrom do tronco, que forma pequenos talos com estria coes longitudinais. O tronco da canela em pó ou em pau e usado como especiaria.

Habitat: A planta e nativa do Sri Lanca, sudeste da Índia, Indonesia, América do Sul e das Índias Ocidentais.

História: A canela e conhecida pelos chineses há mais de 2.500 anos a.C. Seu nome científico, "cinnamo-verum" e derivado da palavra Indonésia "kayu manis", que significa "madeira doce". A canela e usada primeiramente como uma especiaria, um realçador do gosto, ou um aromático, e no passado foi a especiaria mais procurada na Europa. O monopólio do comércio da canela esteve nas mãos dos Portugueses no século XVI, passou para os holandeses, com a Companhia das Índias Orientais e, depois, passou para as mãos dos ingleses, a partir de 1796. As espécies da canelas são algumas das plantas mais antigas conhecidas pela humanidade. A Cinnamomum zeylanicum cresce bem em solo brasileiro, onde já foi bem cultivada no passado, tendo sido introduzida pelos jesuítas. A canela e mencionada até em passagens bíblicos. Simbolicamente, a canela e uma especiaria ligada ao amor, sendo empregada muitas vezes como ingrediente para perfumes mágicos e poções para conquistar a pessoa amada. Há quem acredite que ela atrai o sucesso nos negócios, trazendo sorte e determinação para a resolução de problemas. Historicamente, a canela foi usada para tratar problemas gastrointestinais e dismenorréia por distúrbios de microcirculação O óleo essencial é usado contra varizes

Indicações : Especiaria; Aromática; Diarréia e distúrbios gastrointestinais; Dismenorréia; Substância análoga a insulina; Antinflamatória, antioxidante e antimicrobiana; Usada na culinária e na fabricação de bebidas, medicamentos, perfumes e sabonetes.

Propriedades : Usos etnofarmacologicos: condimentar, aromática anti-diarréiaca, digestiva, emenagoga, insulina-analoga, antii-inflamatoria, antioxidante e antimicrobiana.

Princípios ativos : Óleo essenciáis cynamaadeido, tenois, temperos, eugenol, ácido trans-cinamico, hidroxicinamaldeido. o-metoxicinamaldeido, álcool cinamil e seus acetato. limoneno, a-terpineol, Taninos; Mucilagem; Procianidinas oligomerica; Cumarina.

Contra-indicações/cuidados: A canela e contra-indicação para pessoas com hipersensibilidade a canela ou ao bálsamo de Peru. Outras contra-indicações não foram ainda identificadas. Terato-genicidade em embriões de galinhas foi relatado em um artigo. Porem, em outro estudo, nenhuma evidencia de teratogenicidade foi encontrada em ratos administrados um extrato de metanol de canela. A canela esta na lista do FDA, ou seja, quando usada como alimento, e geralmente considera segura.

Efeitos colaterais: O consumo humano de grandes quantidades de canela ou de quantidades moderadas de óleo de canela mostrou causar um aumento da frequência cardíaca, da mobilidade intestinal, da respiração e da perspiração através da estimulação química do centro asomotor. Este estado de função acelerada do corpo e seguido em um período sedativo centralizado, incluindo sonolência ou depressão. Casos de dermatite de contato foi relatada após uma única exposição e também com o uso repetido de preparações contendo canela. Lesões nas mucosas orais foram associadas com a mastigação de chicletes e balas de canela. A exposição ao óleo de canela foi mencionada como um fator de risco para o câncer.

Posologia: A canela em pó foi administrada em uma dose de 1 a 6 g/dia em um estudo de diabetes tipo 2 e 80 mg/dia como um extrato do etanol foi usado contra a bactéria H. pylori sem qualquer efeito adverso; O óleo essencial e usado na media, 3 gotas diluidas em outro veículo.
Canela Branca

VEJA TAMBÉM EM NOSSO SITE :

CHÁ DA CANELA,

Licor de canela,

Pó da canela,

CHÁ DO GENGIBRE COM CANELA.

 




Indique nosso site para um amigo.