Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

CANELA DE CHEIRO

Ocotea longifolia

Descrição : Planta da família das Lauraceae, também conhecida como caneleira de cheiro, louro, louro de cheiro, canela-branca.

Árvore grande de raminhos sulcados, oblongobtusas, brancacento tomentosos. Folhas pecioladas, oblongas, agudas atenuado acuminadas, até 30cm de comprimento, coriáceas, saliente reticuladas, glabras e mais ou menos luzídias na página superior e pálidas na inferior.

Flores subsésseis, branco amareladas ou esverdeadas, dispostas em panículas tirsóideas brancacento tomentosas.

Fruto baga ovoide, amarelada, aromática, de 11mm, com cúpula hemisférica verde escura, coriácea.

Origem : O gênero Octea inclui mais de 200 espécies de árvores e arbustos, distribuídos principalmente em regiões tropicais e subtropicais da América Central e do Sul, também com algumas espécies na África e Madagascar , e uma espécie nativa das ilhas da Macaronésia, o Tilo (Ocotea foetens) .

Habitat : É uma planta subtropical, adaptada a lugares mais quentes.

Indicações: Artritismo, beribéri, paralisia, reumatismo.

Princípios ativos : Óleos essenciais, safrol (1,7%), dilapiol (15,2%) asaricina e cadineno (20,0%)

Modo de Usar : O óleo dos frutos pode ser utilizado em fricção contra o reumatismo (Balbach, 19--). Através de destilação, extrai-se dos frutos um óleo essencial, volátil, amarelo, transparente, acre aromático, com cheiro de casca de laranja, considerado como substituto do óleo essencial de limão, muito útil para combater reumatismo, artritismo, paralisias e o beribéri (Corrêa, 1984).

Já os frutos amassados com banha de porco, na forma de unguentos, têm efeito contra o beribéri (Corrêa, 1984). Ferrari (1977) também cita que o fruto possui propriedades antirreumáticas e antiparalíticas.

Veja Também :

Fitossociologia de uma floresta inundável monodominante de Vochysia divergens Pohl (Vochysiaceae), no Pantanal Norte, MT, Brasil.

Constituintes voláteis de espécies de Lauraceae com ocorrência na Floresta Nacional de Caxiuanã – Melgaço – PA.

PROJETO: “EXTRATIVISMO NÃO-MADEIREIRO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NA AMAZÔNIA (ITTO – PD 31/99 Ver. 3 (I)”. BANCO DE DADOS “NON WOOD”

CONSTITUENTS QUÍMICOS, ATMDADE ANTIFÚNGICA E INSETICIDA DE ÓLEOS ESSENCIAIS DE FOLHAS DE DUAS ESPECIES COLOMBIANO DO gênero Ocotea (LAURACEAE). Rev.Colomb.Quim. [online]. 2010, vol.39, n.2, pp. 199-209. ISSN 0120-2804

VEJA TAMBÉM EM NOSSO SITE :

Chá de Canela,

Licor de Canela,

Pó da Canela,

Chá de Gengibre com Canela.

Bibliofrafia :

BALBACH. A. A flora nacional na medicina doméstica. 5.ed. São Paulo: a edificação do lar

BARBOSA, R. de C.S.B.C.; BARBOSA-FILHO, J.M.; GIESBRECHT, A.M. Pesquisas de substâncias biologicamente ativas de Lauraceae. In: CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 29., 1988, Belém. Resumos... Belém: Sociedade Botânica do Brasil/Museu Paraense Emílio Goeldi, 1988.

CORRÊA, M.P. Dicionário das plantas úteis do Brasil e exóticas cultivadas. Colaboração de Leonan de A. Penna. Rio de Janeiro: IBDF, 1984.

CRUZ, G.L. Dicionário das plantas úteis do Brasil. 4.ed. Rio de janeiro: Bertrand Brasil, 1964.

LÊ COINTE, P. Árvores e plantas úteis (indígenas e aclimadas): nomes vernáculos e nomes vulgares, classificação botânica, habitat, principais aplicações e propriedades. 2.ed. São Paulo: Companhia editora Nacional, 1947. 506p.

Indique nosso site para um amigo.

Dieta  de 21 dias