Plantas Que Curam - O seu guia de Plantas Medicinais na Internet

Capuchinha

Tropaeolum majus

Descrição : Planta da família das Tropeoláceas, também conhecida como agrião-do-méxico, agrião-grande-do-peru, agrião-maior-da-índia, capuchinha-de-flores-grandes, capuchinha-grande, chagas, flor-de-chagas, capucina, capuchinho, chagas-de-flores-grandes, chagas-da miúda, cinco-chagas, cochlearia-dos-jardins, coleária-dos-jardins, curculiare, flor-de-sangue, mastruço, mastruço-do-peru, nastúrcio, nastúrio, sapatinho-do-diabo.

Herbácea resteira, de caule mole, suculento e retorcido.

As folhas são arredondadas, de cor verde-claro, apresentando 5 veias e um longo pecíolo que sai do meio da folha.

As flores são isoladas ao longo do pedúnculo e o seu cálice é uma peça dividida em 5 partes, com um esporão.

As tonalidades vão do branco ao vermelhor-escuro, passando do laranja, salmão e amarelo.

O fruto é formado por três aquênios pequenos, de coloração esverdeadas. toda a planta exala um perfume muito agradável.

É comestível, com sabor fresco e picante, semelhante ao do agrião, podendo as folhas e flores serem consumidas em forma de saladas.

Seus frutos podem ser preparados como alcaparra, com água e sal.

Terrenos incultos, melhora a saúde do pêssego (atrai nematóides), amiga da couve e do repolho.

Pode ser cultivada em vasos e jardins e canteiros, desde que receba o sol diretamente durante 4 horas por dia.

Partes Utilizadas : Folhas, flores e sementes

Origem : Peru e México, foi levada à Europa pelos descobridores, é muito encontrada nas encostas das montanhas.

Plantio :

Multiplicação: por semente ou estacas (ramos); O plantio, deve ser feito em local definitivo, em qualquer época do ano.

Cultivo: Prefere clima ameno, mas tolera qualquer clima, desde que bem adubada com matéria orgânica e irrigada. Por ser uma trepadeira exige tutoramento, seus ramos podem chegar até 3 metros. Floresce permanentemente e a colheita deser ser feita na época da formação de um bom volume de folhas e flores.

Princípio ativo : Glucosinolatos: glucotropaeolina, que se transforma em isotiocianeto de benzila; Vitamina C; Curcubita-cinas B e E; ácidos graxos: ácido erucico, ácido 11-cis-eiconsenico, ácido oleico, ácido clorogenico; Oxalatos; Flavonoides: isoquercetina, glicosideos quercetinicos, pelargonidina, caempferol; Óleos essenciais: benzil-mustardico; Carotenoides: luteina e zeaxantina; Glicosideos sulfurados; Sais minerals: ferro, cálcio, enxofre, iodo, potassio; Açucares: malto-se, glicose e frutose; Mirosina; Resinas; Pigmentos; Pectina; Substancias bactericidas.

Propriedades medicinais : Usos etnofarmacológicos: diurética, emenagoga, anti-reumática, anti-ofidica, diaforetica, pulmonar, laxante e anti-inflamatbriadasviasurinarias.

Modo de conservar : De repferência, utilizar frescas as folhas, botões florais e flores. Pode-se também seca-las à sombra, em local ventilado e sem umidade. Guardar em sacos de paepl ou de pano.

Indicações ; Folhas e flores ricas em vitamina C, combate bronquites, expectorante. anticatarral, combate queda de cabelos, previne prisão de ventre, bom para pele.

Abre o apetite, facilita a digestão e são calmantes, trata de infecções urinárias, afasta pragas.

Dosagem : Atualmente foi valorizada principalmente pelos restaurantes finos, que servem suas folhas e flores em saladas nutritivas e atraentes.

Suas folhas contém grandes quantidades de vitamina C, de reconhecidas propriedades anti-escorbúticas.

Comer suas folhas e flores cruas em saladas, ajuda a combater o início da gripe, abre o apetite e favorece a digestão.

O suco das folhas é auxiliar na expectoração, ajudando a acalmar a tosse.

Se consumida à noite, a Chaguinha atua contra a insônia. O sabor das folhas e flores da chaga lembra o agrião; as sementes, conservadas em vinagre, são conhecidas como alcaparra dos pobres, e podem perfeitamente substituir a própria na preparação de pratos.

Mode de usar :

Suco fresco : Expectorante e calmante

- Infusão: 4 colheres de sopa de folhas picadas ou 2 de sementes em 1 litro de água. Tomar 3 a 4 xícaras de chá ao dia. Em uso extreno, reduzir a quantidade de água à metade.

Pó dos frutos secos : É purgativo.

Afecções pulmonares; expectorante : Em um pilão, coloque 2 colheres de sopa de folhas frescas. Amasse bem, e em seguida, adicione 1 xícara de chá de leite quente. Coe em uma peneira. Tome 1 xícara de chá, 2 vezes ao dia, podendo ser adoçado com mel.

Diurético; desinfetante das vias urinárias: Em 1 xícara de chá, coloque 1 colher de sopa de folhas frescas ou secas picadas e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome 1 xícara de chá, 2 vezes ao dia. recomennda-se não tomar este infuso após as 17:00 horas.

Alimento nutritivo : Em um recipiente, coloque 1 punhado de folhas e flores frecas picadas, 1 cebola média picada, 1 maçã picada e 1 xícara de chá de trigo para quibe já preparado. Tempere com sal e limão. Deve-se ser consumida antes das principais refeições.

Fortalece o couro cabeludo; cabelos fortes e brilhantes; Crescimento de cabelo; prevenção da queda de cabelo. Em um pilão, coloque 2 colheres de sopa de folhas frescas de capuchinha e 2 colherers de sopa de folha frescas de bardana. Amasse bem e acrescente 1 xícara de chá de álcol de cererais a 80%. Deixe em maceração por 5 dias. Coe em um pano, espremendo bem. Aplique a loção no couro cabeludo, fazendo uma ligera fricção. Espere 5 minutos e enxágue com água morna. Repita 1 vez por semana.

Capuchinha

Ajude Plantas Que Curam a difundir a saúde pela natureza, divulgando nosso site nas redes sociais.

Nosso site é um serviço oferecido de forma gratuita, mais se caso você desejar contribuir com nosso trabalho, pode fazer uma doação pelo sistema do pay-pal.