Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

CARVALHO EUROPEU

Quercus alba

Descrição : Dentre as várias espécies de carvalho, destacamos esta, que é essencialmente medicinal. Seus frutos, constituem ótimo alimento para os suínos assim como também para o homem. É árvore de crescimento lento e de grande longevidade, atribuindo-se-lhe até 1.500 anos de existência.

É muito atacada pela taturana, ou seja a lagarta cujo nome científico é Podalia chrysocoma, Herr.—Schaff e pelo coleóptero Loxopyga flavo-lienata, Mann. Fornece madeira de alburno branco bem delimitado e cerne castanho com diversos tons, o qual, com o passar dos anos, torna-se escuro, quase preto.

Muito apreciada para a confecção de móveis de estilo antigo, sendo considerada madeira de primeira qualidade para construção civil e naval, dormentes, vasilhame, soalho, marcenaria, escultura, instrumentos agrícolas, ferramentas, lenha e carvão e toda espécie de obras internas.

Foi usada nas grandes catedrais góticas da Alemanha, França e Inglaterra. Também Notre-Dame, de Paris, e Sainte-Chapelle têm seus arcabouços desta madeira. Sua casca é também usada na indústria de curtume.

História : Foi também muito usada contra as febres intermitentes e ainda hoje em dia é usada, depois de reduzida a pó, para pulverizar e lavar as úlceras atônicas. .

Origem : Originária da Europa, da Ásia Menor e de Marrocos, foi introduzida no Brasil há muitos anos, principalmente nas regiões elevadas dos Estados do Rio de Janeiro até o Rio Grande do Sul.

Princípios Ativos: tanino (9 a 12%), ácido gálico, açúcar não cristalizável, tânatos de cálcio, potássio e magnésio, pectina, amido, celulose, goma, resina, óleo graxo, tanino, matéria extrativa amarga.

Propriedades medicinais: adstringente e febrífuga (casca); antidiarreico e antidiabético (frutos).

Indicações: Atrofia mesentérica das crianças, febres intermitentes, hemorragia passiva e úlceras atônicas. Já foram muito empregados na medicina europeia, sendo que, depois de torrados e moídos conjuntamente com a cúpula, servem para combater o diabete, a diarreia.

Carvalho Europeu

Dieta  de 21 dias