Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

COMINHO, PROPRIEDADES MEDICINAIS.

Cuminum cyminum

Descrição : Da família das Umbelíferas. É planta anual de raízes brancas, fibrosas, de caule ereto, estriado, ramoso, crescendo até 40cm de altura. Elas são aromáticas, carminativas, emenagogas e oleaginosas. Servem especialmente como condimento. Sua entrada no Brasil deve datar da época do seu descobrimento. Além de ótimo condimento e das propriedades acima descritas, é também útil no tratamento das doenças nervosas do estômago e dos intestinos, útil também contra o ingurgitamento dos seios e dos testículos e a cera dos ouvidos, sendo transformada pelas farmácias em essência, infusão, tintura etérea e em pó.

Serve também na medicina veterinária. Na indústria é utilizada na perfumaria, para perfumar o álcool e também aplicada em certas qualidades de queijo e pão. As sementes do coentro são ainda a base do famoso licor "kummel", do "creme de Munique" de outras bebidas licorosas.

Na África do Norte usam-no para a composição de um masticatório e na índia usam no tradicional "caril". Sua folhagem é dada às cabras, para aumentar-lhes o leite. Os árabes chamam-na Chemun Andar e de Cominho d'Oriente.

Suas folhas são alternas, distanciadas, 2-3 sectas, multífidas, compostas de segmentos divididos em lacínias filiformes, quase capilares e glabras; seu fruto é composto de dois aquênios oblongo fusiformes, 5-costados, amarelados ou ruivos, um pouco comprimidos lateralmente, aplicados um contra o outro, pubescentes e estriados externamente, coroados pelos dentes curtos do cálice. Sua semente é côncava.

Parte utilizada: folhas, sementes.

Origem : Segundo estudos a respeito, sua origem é o Egito ou a Etiópia.

História : Muitos anos antes de Cristo. Espalhou-se pela Europa toda, foi usada também pelos Gregos e atualmente é usada no mundo inteiro, sendo que suas sementes são consideradas uma das "quatro sementes quentes".

Propriedades : Aperitivo, digestivo e carminativo.

Indicações : Gastrite, digestão difícil, flatulência e inapetência.

Princípios Ativos : Óleo etéreo, as sementes contém ácido málico e 1-3% de essência amarelada, de sabor muito acre, fluida na temperatura ordinária é extremamente solúvel no álcool, compostas dos hidrocarburo "cumeno" e "cuminol", isômero da essência de anis.

Toxicologia : A essência pode provocar convulsões.

Modo de usar:

- Chá de folhas: doenças do estômago, má digestão, formação de gases.

- Sementes inteiras ou moídas: temperar carnes, assados, pães, molhos, saladas, sopas, feijão, grão-de-bico, lentilha, queijos, doces, bolos.

- Sementes destiladas: produção de licores, queijos, salsichas.

Cominho

Dieta  de 21 dias