Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

BENEFÍCIOS MEDICINAIS DO ESPINAFRE

Tetragonia expansa

Descrição: Da família das Aizoáceas, Planta anual, rasteira, de folhas alternas, carnosas, arredondadas ou triangulares, lisas ou de superfície ondulada, que cresce em volta do caule. As folhas têm pecíolos curtos e se desenvolvem próximas ao solo. As flores são amarelas e solitárias. Os frutos são obcônicos e providos de 4 pequenos apêndices, que são excrescências pontiagudas. Prefere terrenos arenosos e argilosos e climas amenos. Sua propagação é feita por sementes, que devem ser plantadas de fevereiro a julho e, antes do plantio, mergulhadas em água por 24 horas, pelo menos, ou por estacas de ramos novos, o que ocorre geralmente 2 meses após a semeadura, convêm deixar a haste principal, para que ela volte a brotar, propiciando assim nova colheita.

Origem: Nova Zelândia.

Modo de conservar: As folhas e os ramos mais novos são consumidos frescos. Devem ser mantidos em geladeira, em sacos plásticos.

Propriedades: Tônico, diurético, laxante, oxidante, cardiotônico, remineralizante, calmante e emoliente.

Indicações: Indicada para casos de anemias e pressão arterial alta.

Princípios Ativos: Rica fonte de ferro e caroteno, além de vitaminas do complexo B.

Efeitos colaterais: O ácido úrico é um produto do catabolismo da purina. Algumas purinas são produzidas pelo corpo, enquanto outras são obtidas através da dieta. O espinafre contém uma quantidade razoável de purina. Porque a gota é causada por altos níveis de ácido úrico, com formação de cristais nas articulações, medidas alimentares para reduzir o consumo de purinas podem ser usadas; Uma alergia mediada por IgE ao espinafre foi relatada. Uma mulher com 48 anos de idade, sofreu um episódio de edema uvular, coceira orofaríngea, e angioedema facial ao comer espinafre fresco. Isto foi relatado como uma síndrome de alergia oral (OAS) que resultou do contato direto entre o alimento e a mucosa oral. A alergia parece estar relacionada a altíssima concentração de mastócitos na mucosa orofaringal, conduzindo ao contato extensivo entre o alérgeno e o IgE específico preso na superfície dos mastócitos. Alergia a frutas e verduras frescas e a causa mais frequente de OAS. Normalmente afeta pacientes que são alérgicos ao pólen e apenas ocasionalmente e associada com esta alergia. Adicionalmente, o espinafre contêm a histamina, que pode causar reações pseudo alérgicas; A alergia cruzada entre o espinafre, o látex e os cogumelos também foi relatada.

Espinafre

Modo de Usar

Anemia (por carência de ferro): em uma panela, adicione água suficiente e coloque 2 punhados de folhas e ramos novos. Leve ao fogo até amolecer, mas não permita que a água entre em fervura. Escoe a água e tempere o vegetal com óleo e sal. Deve ser ingerido uma vez por dia.

Prisão de ventre; atonia intestinal: em uma panela com 1 xícara de café de água em fervura, coloque 3 colheres de sopa de folhas fatiadas. Desligue o fogo e espere esfriar. Coma de manhã, em jejum, podendo adicionar óleo a gosto.

Queimaduras que não formam bolhas: em um pilão, coloque 2 punhados de ramos novos. Amasse bem, até adquirir a consistência de uma pasta. Estenda sobre um pano ou gaze. Aplique sobre as partes afetadas e cubra com outro pano, deixando agir durante a noite.

Acne: em 1 xícara de chá, coloque 2 colheres de sopa de folhas e ramos novos fatiados, 1 colher de sopa de rizomas ou folhas de confrei picado e adicione água fervente. Deixe em repouso por 5 minutos. Coe em um pano, espremendo bem. Lave o rosto ou as partes afetadas e aplique com um chumaço de algodão, deixando agir por 20 minutos, em seguida, enxágue com água morna. Faça o tratamento em dias alternados.


Dieta  de 21 dias