Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

EUPATÓRIO

Eupatorium cannabinum

Descrição: Planta da família das Asteraceae. É uma planta perene e robusta, seu nome é uma homenagem a Mitridates VI êupator, imperador do ponto, cujo o jardim de ervas era famoso em todo o mundo pré-cristão.

Existe diversas espécies de eupatório, muitas das quais crescem em regiões quentes e tropicais.

O eupatório pode atingir 1,20 metros de altura, e tem um caule forte, ereto e redondo que se divide no alto em quatro ou mais divisões, encimando por grandes cabeças terminais de flores brancas, ligeiramente espinhosas.

É fácil reconhecer o eupatório devido as suas folhas cumpridas, pontiagudas e serrilhadas que crescem opostas em pares e perfoliadas, ou seja, ligadas a base. Elas possuem uma nervura central proeminente e nervuras secundárias irregulares.

Propriedades medicinais: Diurético, laxante, antitérmico e sudorífero.

Princípios ativos: Glicosídio amargo chamado eupatorina, resina, óleo essencial, ácido gálico e taninos .

Eupatorio

Indicações: Abatimento, barriga-dágua, dor toráxica, coleocistopatia, edema das pernas, gripe, hidropsia, pleurisia, pneumonia com febre forte.

Curiosidade: Durante a epidemia de febre amarela na Filadélfia, em 1793, o eupatório foi utilizado com bons resultados e é citado por todos os autores de Matéria Médica desde os meados do século XVIII até o final do século XIX.

Em seu The People`s Commom Sense Medical Advisor in Plain Englis, publicado em 1895, o doutor Pierce o classifica como tônico, sudorífero e estimulante do apetite, recomendando o uso da infusão feita com uma medida que varia de 30 a 120 gramas de folhas, e o chama de Descoberta Médica de Ouro, afirmando estar plenamente convencido de que ele contêm substâncias químicas que neutralizam e eliminam do organismo o veneno que causa a malária.


Dieta  de 21 dias