Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

EFEITOS E BENEFÍCIOS DO GUARANÁ EM PÓ

Paullinia cupana

Descrição : Planta da família das sapindaceae também conhecido por uaraná, narana, guaranauva, guaranaina, guaraná cerebral e guaraná-da-amazônia.

O nome Paullinia foi atribuído por Lineu ao gênero a que pertence o guaraná em homenagem ao médico e botânico alemão Simon Pauli.

É um arbusto trepador que pode atingir até 10 m de comprimento em estado nativo e tem aspecto mais arbustivo quando cultivado.

Caule sarnentoso, perene, sempre verde, que não prejudica a planta na qual se apoia.

Folhas compostas, grandes, com gavinhas, com 5 fololios oval Lanceolados, coriáceos, flores pequenas, brancas, em cachos como as da videira, unissexuadas e perfumadas.

Os frutos são cápsulas dissidentes da cor vermelho-alaranjada mostrando uma semente marrom escura envolta em arilo branco.

Cada fruto produz até 9 sementes, mas só uma se desenvolve.

Propaga-se por sementes e estaquia em regiões tropicais. Devem ser colhidos antes da maturação completa.

Partes utilizadas : Sementes.

Habitat: É nativo da Amazônia brasileira - da região ocidental do rio Tapajós até a bacia do Madeira, sua cultura foi introduzida com finalidades comerciais em outras florestas tropicais.

Origem : Brasil, floresta amazônica.

Propriedades :

De acordo com literatura existente, em 1763 o Bispo Dom João de São José de Queirós escreveu que, dado o mal-estar de alguns amigos e o seu mesmo, convidado a tomar Guaraná, o resultado foi fantástico no sentido de debelar febres, ser um diurético, portanto, ajudando no emagrecimento, pois evita a retenção de líquidos no organismo, evita as enxaquecas, evita a fome, sendo que um caminhante ou um trabalhador sente-se em plena posse de suas energias mesmo se alimentando com distâncias, por longos períodos.

O Dr. Theodor Peckholt, por volta de 1866, fez análises classificando as propriedades do Guaraná. Mas antes dessa data a propriedade chamada Guaranina já fora descoberta pelo químico Theodor von Martius. Com o passar dos anos novos estudos foram feitos e médicos da Escola de Medicina Tropical de Liverpool, no início deste século, sediados em Manaus, em suas pesquisas, ficou comprovado que, em quantidade mínima, o Guaraná possuía qualidades que poderiam ser comparadas às da morfina, motivo pelo qual seria considerado por alguns a planta que traz alegrias; essa propriedade seria a Beta guaranina. Por volta de 1931 confirmou-se tratar-se de um alcaloide que seria a Cafeína.

Guaraná

Indicações : Afrodisíaco, sendo que na realidade essa é a sua menor qualidade, porém é preciso haver uma conscientização. O Guaraná como o Ginseng são plantas que, revigorando o organismo de maneira geral, traz uma revitalização que é a única responsável pela volta ou conservação da potência sexual.

Esgotamento físico ou mental, jejum e ao deitar-se proporciona a liberação das ações energéticas que agirá das mais diversas formas.

Na pré e pós menstruação - Com o uso do Guaraná no sexo feminino seria beneficiado devido ao tanino contido na planta, que evitaria problemas de cólicas e de corrimentos, pois estaria ativando a circulação e corrigindo esses males

Sistema cardiovascular - Justamente por causa da cafeína o guaraná possui propriedades que ativam a circulação, o que provoca a dilatação em algumas artérias e contração em outras, motivo pelo qual é excelente no tratamento de enxaquecas e também evitando as cãibras, mal de quem tem problema de circulação, o que causa tremendas dores.

Princípios Ativos : Em cada 100 gramas de sementes secas observou-se as seguintes qualidades no Guaraná: Cafeína 5,338 gramas, óleo fixo 2,950 gramas, ácido tônico 5,902 gramas, ácido piro-guaraná2,750 gramas, saponina 0,060 gramas, amido 9,350 gramas, glicose 0,777 gramas, fibra vegetal 49,125 gramas, água 7,650 gramas, Pectina, dextrina, sais, ácido mélico 7,470 gramas.

Contraindicações : Muitos autores alertam quanto ao uso exagerado do Guaraná, demonstrando que esse abuso pode trazer diarreias, inclusive a diarreia sanguinolenta, dores intestinais, taquicardia, afetar o fígado, rins, estômago e provocar tremores.

Sabemos que todo exagero gera problemas. O Guaraná não não é uma exceção. Usado corretamente, de maneira homeopática, apenas nos beneficiará. Para aqueles que no afã de corrigirem um mal apenas em poucos dias, as consequências logo se farão sentir.

O mesmo perigo que o Guaraná poderá nos causar o nosso café do dia-a-dia também causa.

O Guaraná tomado de maneira correta estará preservando a nossa saúde de muitos males.

Pouca vitalidade e energia

O guaraná é tomado como o café, para afastar a fadiga, manter a atenção e a vivacidade e favorecer um rendimento máximo, por exemplo, nos desportos de competição. Como outros produtos com cafeína, pode ser útil para aliviar dores de cabeça enxaquecas causadas por stress. Tem sido usado para tratar diarreia. Contudo, por vezes é demasiado estimulante.

Precauções: Não se deve ultrapassar a dose diária de 400mg de cafeína por dia - isso inclui todas as bebidas que a contém, como café, chá preto e outras bebidas. Evitar seu uso em pacientes com sistema cardiovascular sensível, doenças renais graves, hipertiroidismo, tendência a espasmos, distúrbios psíquicos e síndrome do pânico.

Superdosagem: Pode ocorrer disúria, vômitos e espasmos abdominais. Deverá ser instituído tratamento sintomático, após lavagem gástrica.

VEJA TAMBÉM EM NOSSO SITE :

Formulação Caseira do Pó do Guaraná.

Modo de usar e curiosidades :

Cada pessoa possui uma reação no que se refere ao guaraná essa reação irá variar de pessoa para pessoa. Estando esclarecido esse item vamos saber o que uma dose maior ou menor dessa planta irá nos trazer.

Num copo de caldo de laranjas coloca-se uma colher de chá, de pó de Guaraná e toma-se pela manhã, em jejum, um pouco antes da primeira refeição.

Dizem que os índios tomam o Guaraná várias vezes ao dia em doses homeopáticas mas nunca indo além de dois ou três gramas.

Outra coisa que merece atenção. O Guaraná em pó não se dissolve totalmente, então o vasilhame em que foi preparado deve ser agitado com uma colher, senão o pó fica depositado no fundo.

Ao comprar o Guaraná quer seja em pó, em comprimidos ou em bastão, devemos procurá-lo em estabelecimentos de gabarito, de muita idoneidade, pois onde há pessoas, sempre há o perigo da fraude.

Os índios, de forma não muito higiênica, esfregam o bastão de Guaraná na língua seca do peixe pirarucu a fim de extraírem o pozinho que tomam.

Em determinadas tribos indígenas usam esfregar o bastão de Guaraná no osso do pirarucu, dentro de uma cuia que já contenha água a fim de prepararem sua beberagem que depois é tomada por todos na mesma cuia, havendo um certo cerimonial nessa maneira de proceder.

O primeiro a tomar seria o dono da casa, em seguida as pessoas mais importantes e depois os familiares do sexo masculino voltando a cuia para o dono da casa com um restinho bem no fundo que ele tomaria terminando o cerimonial.

Recomendamos a visita: Guaraná em pó do amazonas, Loja de produtos naturais e fitoterápicos.




Dieta  de 21 dias