Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

HIDRASTE, PLANTA MEDICINAL.

Hydrastis canadensis

Planta conhecida como um poderoso agente anti-inflamatório, com amplos estudos realizados sobre suas propriedades.

Descrição : Planta da família das Ranunculaceae, também conhecida como goldenseal, hidrastis, hydraste du Canada, hidraste .

A hidraste, uma planta medicinal potente, merece a fama de ser um remédio que elimina infecções crônicas e cura membranas mucosas fragilizadas ou congestionadas.

E usada sobretudo para tratar infecções crônicas nas membranas mucosas do corpo, quer sejam bacterianas, fúngicas quer sejam virais.

Origem : América do Norte. (PEET,287)

Parte utilizada: Rizoma.

Indicações:

Infecções gastrointestinais, gastrite e distúrbios hepáticos : Muito amarga e desintoxicante, a hidraste é benéfica para o estômago, os intestinos e o fígado, ajudando em problemas tão variados como úlcera péptica, disbiose, candidíase, gastroenterite crônica e hepatite.

Infecções crônicas : A hidraste conjugada com equinácea (Echinacea purpúrea), pode melhorar significativamente a capacidade do corpo para resistir e se libertar de infecções persistentes, quer seja uma infecção fúngica localizada ou febre glandular.

Problemas crônicos : A hidraste melhora a saúde das membranas mucosas. É útil na congestão dos seios nasais e do ouvido médio, sobretudo se ligadas a infecções crônicas; em infecções vaginais, pode aplicar-se uma decocção.

H. pylori : Um alcalóide extraído do hidraste, a berberina se mostrou eficaz na inibição da bactéria H. pylori.

Princípios Ativos: Ácido opiânico, alcaloides, ácido clorogênico, amido, benzil-isoquinoleínico, berberastina, berberina(D`Adamo,181), canadina, esteróides, hidrastina, hidrastinina (ELDIN,64), óleo essencial, resinas, sais minerais.

Propriedades medicinais: antiviral(PEET,287), adstringente, antidiarreica, anti-inflamatória, antimicrobiana, antiulcerogênica, colagoga, digestiva, emenagoga, estimulante, expectorante, febrífuga, hemostática, hipertensora, tônica, vasoconstritora, vermífuga.

Contraindicações/cuidados: Não usar na gravidez, pois estimula contrações uterinas, pessoas com problemas cardíacos (eleva a pressão). Não usar em doses elevadas.

Efeitos colaterais: Náuseas, vômitos, diminuição dos glóbulos brancos, sensação de alfinetes espetados nas mãos e pés.

Bibliografia :

D`ADAMO, Peter, Catherine Whitney, Viva melhor com a dieta do tipo sangüíneo: un programa individualizado para maximizar a sua saúde, como alcançar o equilíbrio emocional e combater o envelhecimento - 15 Edição, Gulf Professional Publishing, 2001.

ELDIN, Sue, Andrew Dunford., Fitoterapia: na atenção primária à saúde, São Paulo: Editora Manole Ltda, 2001.

PEET, Margareth S PEET, Shoshana Zimmermam., Se o Meu Médico Diz Que Estou Bem... Por Que Me Sinto tão Mal - São Paulo: Butterfly Editora, 1998.

Hidraste


Dieta  de 21 dias