Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

LABAÇA

Rumex obtusifolius

A labaça é uma espécie de planta com flor, uma invasora comum na região Sul do país, onde infesta pastagens, também conhecida como língua-de-vaca.

Descrição : Pertencem á família das Poligonáceas, também conhecida como azeda-graúda; consólida-brava; confrei-bravo. Planta ruderal, de raiz axial, pivotante e pouco ramificada, mostrando uma coloração amarelada, de tins mais fort na periferia.

O caule, não ramificado, atinge até 1 metro de altura. As folhas da parte inferior são pecioladas, com limbo oval e as superiores são obtusas, com bordos dentados e sinuados. As folhas possuem um órgão membranoso, que envolve o caule. As folhas reunidas em cachos, nascem nas extremidades dos ramos, e têm coloração esverdeada.

O fruto encerra uma única semente e é protegido por 3 sépalas internas do cálice. Reproduz-se por sementes, em terreno argiloso e bem arejado, sendo invasora de pastagens, beira de estradas, pomares e terrenos baldios. A colheita de ser efetuada no início da floração.

Parte utilizada : Raiz e folha.

Habitat: Originária da Europa espalhada pelo mundo.

História: Planta de uso tradicional no herbalismo mundial.

Modo de conservar : As raízes e as folhas são secas ao sol, em local ventilado e sem umidade. Guardar em sacos de papel ou de pano, em separado.

Indicações e utilização: Depurativa do sangue, das funções hepáticas,renais e linfáticas: Digestiva: Ativadora da função hepática e da produção de bile, fluidificante da bile; Afecções da pele: pruridos. dermatites, eczemas, erisipela.

Uso na gestação e na lactação: Não há relatos de estudos sobre sua farmacocinética e usos nestas condições. Tradicionalmente é considerada uma planta segura, mas deve-se evitá Ia pelo menos nos 3 primeiros meses de gravidez.

Princípios Ativo : Substâncias amarelas, compostos antracênicos, emodol e emodina; compostos orgânicos, ferruginoso e fosforoso; taninos ; ácidos orgânicos, oxálico, málico e cítrico.

Labaça

Modo de Usar :

Depurativo; desintoxicante hepático; estimulante da produção d o suco biliar ; laxante; regularizador das funções intestinais : coloque 1 colher de sobremesa de raiz fatiada em 1 xícara de chá de água em fervura. Deixe ferver por 3 minutos e coe. Tome 1 xícara de chá, antes das principais refeições.

Afecções da pele, pruridos, dermatites, eczemas e erisipelas : em um pilão, coloque 3 colheres de sopa de folhas frescas fatiadas, previamente bem lavadas e enxutas. Adicione 1 colher de sobremesa de glocerina e amasse bem, até adquirir consistência de uma pasta. espalhe em um pano ou gaze e aplique nos locais afetados, de 2 a 3 vezes ao dia.

Digestivo; ativador das funções hepáticas; estimulante e fluidificador do suco biliar; afecções renais; repositor de sais minerais : coloque 3 colheres de sopa de raiz picada em 1 garrafa de vinho branco seco. Deixe em maceração por 8 dias e coe. Tome 1 cálice, antes das principais refeiçoes, podendo ser adoçado com mel.

Depurativo; digestivo; ativador das funções hepáticas, intestinais e renais : coloque 2 colheres de sopa de raiz fatiada em 1 xícara de chá de álcool de cereais a 60%. Deixe em maceração por 10 dias e coe. Tome 1 colher de café, diluído em um pouco de água, antes das principais refeições.

Contraindicações/cuidados: Pacientes com irritiase biliar ou renal, em cases e cálculos formados pelo oxalato de cálcio.

Efeitos colaterais: o consumo da raiz fresca pode irritação das mucosas e vômitos.

Precauções: Pacientes com litíase biliar ou renal, especialmente quando se desconhece a composição dos cálculos

Posologia: 6g de raízes frescas ou 3g de raízes secas (1 colher de sobremesa para cada xícara de água) em Infuso ou decocto para todas as indicações em uso interno até 5ml de tintura (10 gotas) em água dividida em 2 doses, antes das principais refeições. 1 cálice do Vinho medicinal antes das principais refeições Emplastro das folhas frescas piladas e misturadas com glicerina em uso tópico para afecções da pele.

Farmacologia: Os usos e indicações tradicionais não tiveram respaldo em pesquisas

Toxicologia: Há relato de um caso de envenenamento após consumo de de grande quantidade de folhas.


Dieta  de 21 dias