Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

LOURO NOBRE

Laurus nobilis

Os antigos gregos coroavam com seus ramos e folhas de loureiro os seus heróis, é uma árvore sempre-verde e usado para tratar a gripe comum.

Descrição : Árvore da família das Laureáceas, também conhecido como louro de apolo, loureiro nobre e loureiro de molho, planta de de folha perene, lanceoladas, brilhantes na face superior e fosca na inferior. Suas flores são pequenas de cor brancas ou amareladas, que pode atingir de 2 a 6 metros de altura.

O fruto é uma baga oval, como uma azeitona, inicialmente de cor verde e quando maduro adquire uma coloração negra brilhante, contendo uma semente só. As flores masculinas e femininas crescem em plantas separadas.

As folhas verdes emanam um odor aromático característico, e quando mastigadas possuem um sabor amargo e um pouco acre. Quando secas o sol é levemente picante e balsâmico.

O fruto é acre e picante. Sua reprodução é feita por sementes ou por estacas dos ramos, de preferência em solos drenados, férteis, ricos em matéria orgânica, abrigados de vento fortes e geadas, e que recebam uma boa dose de luz solar. As folhas podem ser colhidas sem o pecíolo, quando estiverem desenvolvidas, em qualquer época do ano, e os frutos somente quando estiverem maduros.

Partes Utilizadas - Folhas e frutos.

Modo de Conservar : As folhas, sem o pecíolo e os frutos devem ser secas à sombra e em local ventilado. Guardar em sacos de papel, pano ou em vidros.

Origem : Ásia menor e foi introduzida nas regiões do mar Mediterrâneo. Adapta-se bem nas regiões de clima temperado, inclusive no Brasil.

Plantio : Multiplicação: sementes e estacas;

Cultivo: Não exigente em solos. Responde bem a irrigação e a um solo bem preparado, drenado e sem acidez. Planta-se no final da primavera e no verão em covas com 1,2m de distância entre plantas.

Colheita: colhem-se os frutos e as folhas.

Propriedades : Aperitivo, eupéptico, carminativo, diurético, emenagogo, antirreumático e anti-inflamatório.

Indicações : Facilita a digestão, combate a inapetência, regula o ciclo menstrual. As bagas são usadas no bálsamo de Fioravanti, que é aplicado em reumatismos.

Princípios Ativos : Princípios amargos, taninos e um óleo essencial.

Louro

Afecções febris, gripes e resfriados; tosse : em 1 xícara de chá, coloque 1 colher de sobremesa da folha e 1 colher de sobremesa da casca, ambas fatiadas, e adicione água fervente. Abafe, espere esfriar e coe. Tome 1 xícara de chá, de preferência, à noite. Deve ser evitado o sereno da noite.

Circulação sanguínea (microvarizes); afecções estomacais; digestivo : coloque 1 colher de sobremesa da parte branca e 1 colher de sobremesa da casca, ambas fatiadas, em 1 xícara de chá de água em fervura. Deixe ferver por 3 minutos. Coe e espere esfriar. Tome 1 xícara de chá, de 2 a 3 vezes ao dia.

Aftas; feridas; pele e sem brilho, rosto e pescoço: em um recipiente, coloque 1 colher de chá de suco do fruto e 2 colheres de sopa de mel. Misture bem. À noite, lave as partes afetadas, enxugue e aplique com o auxílio de um pincel. espere 20 minutos e torne a lavar co água na temperatura ambiente.

Unhas que desfolham; unhas fracas; ressecamento da cutícula: coloque 5 gotas de suco de fruto em 1 colher de sopa de óleo de rícino e misture. Aplique sobre as unhas, massageando bem, todas as noites, durante 1 semana.

Aromatizante : coloque 2 colheres de sopa de casca ralada ou fatiada em 1 xícara de chá de álcool de cereais a 80%. Deixe em maceração por 8 dias, agitando de vez em quando. Coe e esprema bem o resíduo. Utilize na preparação de doces e sorvetes.

VEJA TAMBÉM EM NOSSO SITE :

Receita Caseira de Chá de Louro.

Receita de Escalda Pés com o Chá do Louro.

Bibliografia:

Árvores – Guia prático - NBL Editora, 1999. p. 38. ISBN 978-85-213-1079-2.

BUNN, Karl., Glossário da Medicina Oculta de Samael Aun Weor., Editora Samael Aun Weor, 2012. Página 324


Dieta  de 21 dias