Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

MAGNÓLIA, PLANTA MEDICINAL

Magnolia officinalis

Descrição : Planta da família das Magnoliaceae, também conhecida como magnoleira. É uma árvore que cresce a 20 metros de altura. A casca é grossa e marrom. As folhas são grandes, ovais de 20 à 40 centímetros de comprimento e de 11 à20 centímetros de largura. As flores são perfumadas de 10 à 15 centímetros de largura e de 9 à 12 (raramente 17) , floresce entre maio e junho. Há duas variedades : Magnólia officinalis var. Officinalis, que possui folhas com ápice agudo. Magnolia officinalis var. Biloba, que tem as folhas com um entalhe no ápice. Esta variedade não aparece na natureza, conhecida apenas em cultivo. M. officinalis difere muito pouco de obovata Magnolia , a única diferença que é consistentemente observado entre os dois sendo que o total de frutos de M. officinalis tem a base arredondada, enquanto a de M. obovata tem uma base aguda. Futuras pesquisas podem ou não podem, eventualmente, determinar se o M. officinalis deve ser tratada como uma subespécie de M. obovata (Hunt 1998).

Parte utilizada: Flores.

Princípios Ativos: alfa-pineno, anonaína, ácido cafeico, canfeno, cianidina, kaempferol, magnocurarina, magnolol, quercetina, salicifolina.

Propriedades medicinais: Adstringente, antisséptica, antibacteriana, antiespasmódica, antiparasitária, antivirótica, aromática, carminativa, digestiva, diurética, estimulante, febrífuga, hipertensora, relaxante muscular, sedativa, tônica.

Indicações: espasmo, úlcera péptica, diarreia, vômito, tosse, asma, tifo, malária, salmonelose, controle da hipertonia, tremores da doença de Parkinson.

Contraindicações/cuidados: planta atóxica para uso oral.

Magnólia

Dieta  de 21 dias