Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

Mandrágora - Planta Medicinal

Mandragora officinalis

Descrição : Planta da família das Solanaceae, também conhecida como mandrake.

Parte utilizada: raízes.

Origem: do Mediterrâneo até o Himalaia.

Princípios Ativos: hiosciamina, escopolamina, atropina, mandragorina, alcaloides.

Propriedades medicinais: Alucinógena, analgésico, narcótica, sedativo (potente), analgésica, emética, purgativa.

Indicações: Antigamente, usava-se internamente, para aliviar a dor, como afrodisíaca, e para o tratamento de desordens nervosas. Externamente, era utilizada para úlceras. Hoje a planta é usada somente em homeopatia.

Contraindicações/cuidados: Só usar com prescrição médica, em doses homeopatias; Gestação, lactação; não pode ser ingerida "in natura". Pode causar vermelhidão na pele, secura na boca, arritmia, midríase, obstipação. No início dá uma sensação de sonolência, seguida de excitação do sistema nervoso central (alucinações e delírios) e posterior exaustão e sono.

Modo de usar: só em homeopatia.

Advertências:

1- esta erva está sujeita a restrições legais em vários países.

2- não deve ser confundida com Podophyllum peltatum (mandrágora americana), uma erva medicinal usual, frequentemente também chamada simplesmente de mandrágora.

Mandrágora

Dieta  de 21 dias