Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

MIRRA BRASILEIRA

Tetradenia riparia

Descrição : Planta da família das Chenopodiaceae, também conhecida como pluma de névoa, umuravumba e limonete. Planta herbácea, perene, ereta, com rizomas que podem pesar mais de 1Kg, feculentos. Folhas grandes, cordiformes ou sagitadas, verde-escuro aveludado com nervuras grossas, verde-claro. A página inferior tem coloração verde clara. As folhas podem atingir até 1 m de comprimento. Raramente floresce. É cultivado em todo o país como alimento, prefere climas quentes e úmidos, vegetando melhor em brejos. Reproduz-se pelos tubérculos.

Uso pediátrico: As mesmas indicações.

Uso na gestação e na amamentação: Não há informações sobre sua farmacocinética nestas condições.

Parte usada: Uma resina que a planta exala quando cortada.

Habitat: Nativa do sudeste da Ásia, sendo largamente utilizado pelas populações autoctones destes continentes com finalidades alimentares e medicinais.

História: É largamente usado como alimento em todo o pais. As populações caboclas utilizam-no com as finalidades medicinais. Em todas as regiões onde são encontrados imigrantes orientais seu uso medicinal também e muito intense. Cabe mencionar a grande reputação que este singelo vegetal gozava junto ao Dr. Pedrosa, clinico geral e pediatra da Zona da Mata de Minas Gerais, que nas décadas de 40 e 50 do século passado "salvou" gerações da amigdalectomia com o inhame. Faz parte das Farmacopeias Homeopática, Chinesa e Ayurvedica.

Propriedades medicinais: Aromática, analgésica tópica, estimulante e antisséptica.

Indicações: Abscessos dentários; Dores em geral, dor de cabeça, anginas; Febres, malaria, gastrenterite; Repelente contra ácaros, traças, mosca-branca, trips.

Farmacologia: A capacidade nutricional. energética e antianêmica está clara, pelos seus componentes: Não encontramos pesquisas que confirmem suas indicações anti-inflamatórias. anti-edema tosas, antifebris e seu mecanismo imuno-estimulante e linfo-estimulante. Quanto à sua ação de drenagem e anti-flogística nas afecções dermatológicas, e analgésicas nos reumatismos e artralgias, só se encontram referências nos tratados de medicina oriental.

Modo de usar: alcolatura por maceração de 50 g de folhas frescas em 1 litro de álcool, durante 10 dias. Coar e armazenar em vidro escuro. Fazer massagens sobre áreas doloridas do corpo com algodão embebido.

Posologia: da pele, rins e intestinos.

Mirra

Dieta  de 21 dias