Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

MORANGUINHO DO MATO

Fragaria vesca

Descrição : Da família das Rosáceas, também conhecida como framboesa silvestri. Planta perene, que em sua forma silvestre apresenta uma altura variável entre 20 a 30 centímetro. O seu caule é subterrâneo com raízes pardas, de onde brotam as folhas longamente pecioladas e divididas em 3 fólios dentados ou cônicos, de intensa coloração vermelha quando maduros, com sabor e aroma deliciosos. É constituído por diversos frutos sementes que agregam um único receptáculo. Essa espécie deu origem a inúmeras variedades hortícolas de morangueiros, alguns pequenos e, em escala comercial, obtidos por hibridação, que são grandes, também. Reproduz-se por fruto semente ou pelo método de propagação vegetativa com a divisão de moitas, pois o caule rastejante emite regularmente, de espaço em espaço, raízes para dentro da terra e os ramos para cima, sendo esse método mais utilizado, replantando os novos talos já enraizados. Gosta de terrenos areno-argilosos, com muita matéria orgânica e baixa acidez. Apresenta exigências especiais em relação ao clima, pois no período do crescimento das folhas necessita de temperatura fria é e ideal. As folhas são coletadas quando a planta está florida, os rizomas e as raízes quando vai secar e os frutos múltiplos, ao amadurecerem, quando estão bem vermelhos. As espécies de morangueiros silvestre deu origem a todas as espécies cultivadas em hortas e jardins.

Parte utilizada: Folhas, frutos, raízes.

Origem : Incerta, mas informa-se que já era conhecida pela civilização greco-romana.

Modo de conservar : Os frutos múltiplo são consumidos frescos ou em forma de geleia e guardados em geladeira. As raízes, os rizomas e as folhas são secas a sol, em local ventilado. Guardar em sacos d papel ou de pano.

Propriedades : Depurativa, alcalinizantes, laxante, tonificantes, remineralizantes, emolientes.

Indicações : É indicado nos casos de artritismo, gota, prisão de ventre, estomatites, gengivite, faringite e outras afecções da boca.

Princípios Ativos : Mucilagens, ácidos orgânicos e vitaminas, sais minerais dentre outros.

Contraindicações/cuidados: Não deve ser usado em caso de alergia e diabetes.

Efeitos colaterais: O uso externo pode causar reações alérgicas.

Morango

Modo de usar:

diarreia; inflamações bucais e da garganta; feridas; chagas : coloque 1 colher de sopa de raiz e rizomas fatiado em 1 xícara de chá de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos e coe. Tome 1 xícara de chá, de 2 a 3 vezes ao dia. No caso de inflamações bucais e de garganta, faça também gargarejos e bochechos.

Diurético; gota; reumatismo; feridas; chagas : em um recipiente, coloque 2 colheres de sopa de folhas fatiadas e adicione2 xícaras de chá de água fervente. Abafe. deixe em repouso por 15 minutos e coe. Tome 1 xícara de chá de manhã e outra à tarde. No caso de feridas e chagas, faça também aplicações no local afetado, com um chumaço de algodão.

Máscara facial para revitalização a cor do rosto : em um recipiente, coloque 3 frutos múltiplos bem maduros, 1 colher de sobremesa de suco de limão e 1 colher de sobremesa de mel. Amasse bem até formar uma massa homogênea. Lave o rosto por 15 minutos. Em seguida, enxágue.

VEJA TAMBÉM EM NOSSO SITE :

Receita Caseira de Suco de Morango.

Posologia: Adultos: 10 a 20ml de tintura divididos em 2 ou 3 doses diárias, diluídos em água; 2g de folhas seca ou 4g de folhas frescas (1 colher de sopa para cada xícara de água) em infuso até 3 vezes ao dia em intervalos menores que 12hs, em uso interno, para diarreias, inflamações gastrintestinais e afecções hepáticas e aperiente; 4g de raízes secas ou 8g de raízes frescas (1 colher de sopa para cada xícara de água) em decocto para afecções hepatobiliares; Fruto fresco ad libidum em afecções digestivas, hepáticas, convalescença, como frescantel. Não produzem fermentação no tubo digestivo: Emplastro de frutos frescos esmagados para inflamações da pete. Também tem tradição centenária como cosmético popular para branqueamento da pele e sardas; Suco -1 copo. preferencialmente centrifugado, como tônico hepático e antibacteriano interno; Vinho medicinal: revitalizador geral.


Dieta  de 21 dias