Plantas Que Curam - O seu guia de Plantas Medicinais na Internet

PINHÃO ROXO

Prunus spinosa.

Descrição : Informações aqui descritas referem-se a pinhão bravo (Jatropha curcas, Linneo).Também conhecido como Pinhão do Paraguai, pinhão dos barbados, pinhão de purga,andubi-guacú,abrunheiro e abrunehiro bravo, medicineiro. Arbusto de suco leitoso, folhas em forma de coração,e flores pequenas amarelo-esverdeadas. Mede até 4 metros de altura. Tronco verde claro com escamas, liso e lustroso. Folhas alternas, pecioladas, cordiformes, recortadas; flores em cachos. Fruto cápsula trilocular. Sementes de cor cinzenta por fora e branca por dentro, ovais, com uma crista na ponta. Apresenta cheiro característico.

Origem : Arbusto das Américas Central e Meridional, da Índia e da África Ocidental.

Plantio : Multiplicação: por sementes; Cultivo: Em solos argiloarenosos e em climas quentes. É originária da África e da Índia, bem aclimatada no Brasil; Colheita: as folhas e talos devem ser colhidos na floração.

Propriedades : Este arbusto é cheio de um viscoso que é muito usado pelo povo para curar as feridas. É um hemostático excelente. Não é cáustico e não ocasiona dores. Coagula simplesmente o sangue e reveste a superfície sangrenta de uma camada tenaz. Nas amêndoas reside a virtude purgativa, a qual se manifesta já na dose de 1 a 3 amêndoas.

Composição química: Teor em óleo (amêndoas) 52 a 57%. Características: meio-secativo; tóxico. Composição dos ácidos graxos: palmítico e esteárico 10 a 17%; oléico 45 a 62%; linólico 18 a 45%; mirístico, etc. 1%.

Indicação : Diarréia, feridas, purgante.lubrificação, vernizes, iluminação, medicina, saboaria, útil contra as diarréias, especialmente das crianças.

Modo de usar : 10 gramas em um copo de água fervente.




Indique nosso site para um amigo.