Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

TINGE OVOS

Phytolacca thyrsiflora

Descrição : Planta da família das Phytolaccaceae, também conhecida como caruru, caruru-bravo, caruru-de-cacho, caruru-de-porco, tintureira, tipi . É herbácea subarbustiva, muito ramificada, multicaule, lisa, medindo até 1,8 metros de altura. Caule cilíndrico, lenhoso na base e carnoso no topo. Raiz napiforme, folhas alternas, elíptico ovadas, simples, com ápice agudo, verde, com nervuras proeminentes na face dorsal. Inflorescência em rácemos espiciformes, cilíndricos. Flores monoclamídeas, com 5 tépalas brancas, róseas ou lilases. Fruto tipo baga subglobosa, contendo uma semente por carpelo, liso, glabro, vermelho-púrpurea quando maduro. Semente lenticular, subglobosa, preta, lisa e brilhante.

Parte utilizada: Frutos, raízes, folhas.

Princípios Ativos: phyitolacina, phytolaína, ácido fitolácico, phytolaceína, saponinas, phytolacagenina.

Propriedades medicinais: anti-inflamatória, analgésica tópica, purgativa, vomitiva, antirreumática, antiescorbútica, depurativa, drásticas, antissifilíticas, diurética, vulnerária, moluscicida.

Indicações: Os frutos têm ação purgativa, e antigamente era utilizada como matéria corante, por isso o nome tinge-ovos. No uso externo, as folhas amassadas são reputadas eficientes na cura de úlceras malignas e cancro. Bochechos e gargarejos com o cozimento das folhas são indicados para afecções bucofaríngeos.

Contraindicações/cuidados: as folhas, sementes e raízes são tóxicas. Os frutos contém toxidade. Em doses elevadas: vômitos, narcotiza. A phytolacina é tóxico convulsionante. Duas horas após a ingestão, ocorre ânsia de vômito, diarreia, espasmos, convulsões e morte.

Modo de usar:

- folhas e brotos jovens em decocção são comestíveis.

- tintura, alcoolatura ou extrato fluido da raiz: dermatose, orquite.

- folhas contusas: úlceras malignas, cancro, drástica, antirreumática, antissifilítica, diurética, vulnerária.

- bochechos e gargarejos com o decocto das folhas: afecções buco-faringeanas.

- raiz: purgativa, vomitiva, antirreumática, antiescorbútica, depurativa.

- fruto verde: purgativo enérgico.

Revista Brasileira de Paleontologia 9(1):157-164, Janeiro/Abril 2006 © 2006 by the Sociedade Brasileira de Paleontologia - PALINOFLORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL: - PHYTOLACCACEAE R. BR. - PAULO CÉSAR PEREIRA DAS NEVES, SORAIA GIRARDI BAUERMANN - Laboratório de Palinologia, ULBRA, Av. Farroupilha, 8.001, 92.425-900, Canoas, Brasil. - lab.palinologia@ulbra.br.


Dieta  de 21 dias