Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

TINHORÃO, PLANTA tóxica

Caladium bicolor Vent.

Descrição : Planta da família das Aráceas, também conhecido como tajá, taiá, caládio, papagaio. Erva com folhas em forma de coração, grandes, rajadas ou pintalgadas, com duas ou mais cores e tonalidades de branco, verde, rosa ou vermelho, cultivadas em vasos como planta ornamental, são plantas bulbosas muito apreciadas. Elas apresentam folhas. As inflorescências têm importância ornamental secundária e são muito parecidas com as do lírio-da-paz , sendo brancas ou esverdeadas e podem ser pintalgadas como as folhas. A floração ocorre no verão.

Plantio : Há mais de 1000 variedades de caládio atualmente, algumas são mais indicadas para o jardim e outras devem ser cultivadas em ambientes internos. Prestam-se para a formação de maciços e bordaduras, além de vasos e jardineiras. Durante o inverno o caládio entra em repouso e aparenta estar morto, mas emite novas brotações na primavera. Neste período as adubações devem ser suspensas e podemos remover os bulbos e guardá-los em local seco, sombreado e fresco. Devem ser cultivados sob luminosidade difusa, pleno sol ou meia sombra, de acordo com a variedade. Em solo fértil, leve e enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares. O caládio aprecia a umidade, mas não tolera o encharcamento. Multiplica-se por separação dos bulbos quando a planta entra em repouso.

tinhorao

Origem: Brasil e outros países da América Tropical

Propriedades : Oxalato de cálcio

Indicações : Planta Venenosa . Pode ser usada como purgante e para combater a febre.

Tratamento: Evitar lavagem gástrica ou êmese.

Tratamento sintomático: Demulcentes (leite, clara de ovo, azeite de oliva,  bochechos com hidróxido de alumínio), Analgésicos e antiespasmódicos. Anti-histamínicos. Corticóides em casos graves. Contato ocular: Lavagem demorada com água corrente, colírios antissépticos. Oftalmologista.

Toxicologia : A ingestão e o contato podem causar sensação de queimação, edema (inchaço) de lábios, boca e língua, náuseas, vômitos, diarreia, salivação abundante, dificuldade de engolir e asfixia; o contato com os olhos pode provocar irritação e lesão da córnea.

O caládio também é considerado uma planta muito tóxica , devido a presença de cristais de oxalato de cálcio e saponinas em suas folhas. O contato com destas substâncias com os olhos, mucosas e pele pode provocar intensa ardência, inflamação e vermelhidão. A ingestão pode provocar edema de glote e consequente asfixia e morte. Mantenha o caládio longe do alcance de crianças e animais domésticos.


Dieta  de 21 dias