Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

PROPRIEDADES MEDICINAIS DO TOMILHO

Thymus vulgaris

O tomilho, uma erva culinária clássica, dá uma tisana reconfortante que combate infecções e tonifica o sistema respiratório. Útil variados os problemas ligados aos ouvidos, nariz, garganta e pulmões, o tomilho desinfeta as vias aéreas, acalma a tosse e estimula a eliminação do muco.

Descrição : Planta perene, que atinge até 30 centímetros de altura, sempre verde, de caule tortuoso e lenhoso rasteiro, do qual partem os numerosos ramos eretos compactos, formando touceiras.

As folhas são opostas, pequenas, sésseis ou com pecíolo curto, lineares, lanceoladas, oblongas ou ovais, com bordos enrolados para baixo, de cor verde na parte superior e verde acinzentada na parte inferior, com penugem em ambas as partes, porém mais inferior.

As flores são pequenas, de coloração rosada ou branca,às vezes com tons lilases ou avermelhados, e nascem em forma de espigas nas axilas das folhas superiores, apresentando um cálice tubuloso, bilabiado.

A planta toda possui um odor aromático, e sabor algo picante e levemente amargo. assemelhando-se ao serpilho, que também é uma espécie de timo, também conhecida como timo.

Parte utilizada: sementes, flores, folhas, óleo essencial.

Plantio : Se propaga por divisão de touceiras, estacas e por sementes, sendo essa última mais aconselhável, pois resulta em plantas mais vigorosas, ricas e aromáticas.

O solo deve ser macio, mole, fofo e bem permeável, pois resulta em plantas mais vigorosas, ricas e aromáticas. Cresce em regiões de planície, mas tem seu desenvolvimento mais exuberante em regiões de altitude média, onde os terrenos sejam secos ou mais permeáveis e bastante ensolarados.

Nas regiões tropicais esse planta não floresce. A cultura deve ser renovada a cada 3 ou 4 anos, para que se obtenha plantas de boa qualidade.

Origem : Costas europeias do Mediterrâneo.

Modo de conservar : América do Sul, na região andina, e foi levada para a Europa pelos invasores.

Propriedades : antiespasmódico, antisséptico, anti-helmíntico e antitérmico.

Indicações

Problemas de otorrinolaringologia (ORL) : A tisana de tomilho, com ou sem mel, é um excelente remédio para problemas de ORL, incluindo constipações, catarro, congestão dos seios nasais, garganta inflamada e amigdalite. Pode usá-la primeiro como gargarejo e depois engoli-la.

Tosse e infecção brônquica : O tomilho alivia todos os tipos de tosse e problemas respiratórios e pode ser muito útil na asma e na tosse convulsa. É comum combiná-lo com alcaçuz (Glycyrrhiza glabra) e equinácea (Echinacea spp.).

Princípios Ativo : óleo essencial de timol, carvacrol, cimol, borneol, linanol, cimeno e pineno, contêm taninos .

Contraindicações/cuidados: enterocolites, insuficiência cardíaca e gestação. O óleo essencial por via interna deve ser evitado: na menstruação, lactação, crianças (até seis anos), pacientes com gastrite, úlcera gastroduodenal, síndrome de intestino irritável, colite ulcerosa, enfermidade de Crohn, hepatopatia, epilepsia, Parkinson ou outras enfermidades neurológicas, pessoas com alergias respiratórias ou hipersensibilidade a qualquer óleo essencial. A essência pode causar reações alérgicas. Doses elevadas podem causar convulsões, toxicidade hepática, albuminúria e hematúria. A utilização prolongada pode provocar tireotoxicosis.

tomilho

Modo de usar:

decocção:

- 1 colher das de chá de sementes para cada xícara de água. Ferver 15 min. Tomar 3 a 4 xícaras por dia;

- 2 colheres (sopa) de raízes, talos e caule, por 15 minutos. Tomar 1 xícara das de chá 2 a 3 vezes aos dia;

- banho com decocção de 100 grs de tomilho em 2 litros de água: reumatismo e gota (em fricções), para crianças raquíticas e debilitadas e pessoas nervosas. infusão:

uso interno:

- 10 g de folhas e flores por litro de água, deixe abafado por 10 minutos e coe. Tomar 1 xícara das de chá 2 a 3 vezes aos dia; no caso de tosse violenta, gripe forte ou garganta inflamada, infusão adoçada com mel.

- uma colher de sopa de folhas e flores. Pode-se adoçar com mel, açúcar mascavo ou estévia. Beber uma xícara, ainda morno, de 2 a 3 vezes ao dia;

- lombrigas, oxiúros e outros vermes: 3 a 5 grs. da erva em 100 ml de água fervente por 10 minutos; depois tomar um laxante.

uso externo:

- 50g/litro de água: cataplasma (escaras de decúbito; reumatismo), 2 vezes ao dia deixando agir por 10 min.

- no caso de debilidade infantil:

- cosmética: em loções refrescantes e tônicos de limpeza, age como estimulante e suavemente antisséptico.

- vinagre é um bom rinse escurecedor para cabelos, e também utilizado para combater piolhos;

- sachês com sálvia e alecrim, para perfumar roupas e afastar insetos;

- desinfetante doméstico com arruda, citronela, manjericão e losna;

- culinária: ramos frescos ou secos e pulverizados, para aromatizar carnes, peixes, marinadas, queijos, verduras, legumes e pizzas;

- industria de perfumes e como aromatizante de licores;

- inalação: estimula a inteligência;

- loções para feridas difíceis de curar e para anginas, clarear manchas de acnes e infecções cutâneas; - no couro cabeludo o chá (por cerca de 15 minutos): queda de cabelos.

Bálsamo de Oppodeldoch : 19 gramas de sabão de origem animal, raspado seco, 15 gramas de cânfora pulverizada, 6 gramas de amoníacos ordinário, 4 gramas de alecrim, 1 gramas de essência de timo e 155 grama de álcool a 90 graus.


Dieta  de 21 dias