Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

TREVO DÁGUA

Menyanthes trifoliata

Muito amargo, o trevo-d'água é sobretudo usado para melhorar um sistema digestivo débil ou pouco ativo ou para tratar sintomas reumáticos, resultantes de inflamações localizadas ou sistêmica. Está em perigo porque o seu habitat natural está a desaparecer; use produtos biológicos.

Descrição : Planta aquática da família das Gencianáceas, com o caule subterrâneo, por vezes completamente coberto por 2 ou 3m de água, tem ramos florais extremamente elegantes e é desprovida de folhas, ostentando uma bráctea sob cada uma das flores. As folhas estão providas de grandes bainhas e de um limbo trifoliado. O seu nome deriva das palavras gregas mês, e anthos, flor, ou seja flor do mês. Segundo algumas opiniões, este nome é uma alusão ao tempo da floração; para outros, refere-se à ação da planta sobre a menstruação.

Origem : América do Norte.

Plantio : É cultivado para ornamentar lagos e jardins. Pode ser colhido introduzindo os pés na água, pois, no estado silvestre, não se desenvolve apenas nos meios úmidos, necessitando ainda de águas estagnadas, como as dos charcos, das turfeiras ou dos prados alagados.

trevo dagua

Componentes: Heterósido, meniantina, heterósidos flavônicos, colina, vitamina C, iodo, enzimas.

Propriedades: Antiescorbútico, aperitivo, depurativo, emenagogo, estomáquico, febrífugo, tônico.

Indicações: Apetite, asma, digestão, enjoo, febre, menstruação. As suas virtudes para o tratamento da atonia digestiva e das febres foram progressivamente descobertas e confirmadas pela prática. Afirma-se ainda que uma chávena de água ingerida diariamente pode prolongar o tempo de vida.

Problemas artríticos, reumáticos e renais : O trevo-d'água é prescrito pelos fitoterapeutas, e não objeto de automedicação. Pode dar alívio em problemas tão variados como fibromialgia, gota, polimialgia reumática c artrite reumatoide. Visto como um remédio para dores musculares, mais do que articulares, conjuga-se bem com outras ervas antirreumáticas, como a bétula (Detida alba) e o aipo (Apium graveolens). Tem fama de ajudar a eliminação de produtos residuais pelos rins e tem sido usado na doença renal.

Falta de apetite, digestão lenta : O trevo-d'água estimula o apetite e o fluxo de saliva e de sucos digestivos, levando à melhor transformação dos alimentos e absorção de nutrientes. Um laxante irritante em doses elevadas, deve ser evitado com intestinos soltos ou sensíveis, como no cólon irritável.


Dieta  de 21 dias