Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

VARA DE OURO

Solidago virga aurea

Essa planta originária do oriente médio, tem uma longa tradição no uso medicinal, principalmente no combate aos males da próstata.

Descrição :

É uma herbácea perene, da família Asteraceae, também conhecida como vira aurea, solidago e erva dos judeus.

Os seus portes são muito variáveis, todas tendo de comum a época de floração, só no fim do Verão desabrochando as suas radiosas flores douradas.

Os botânicos consideram o gênero Solidago de difícil identificação; assim, devem observar-se de preferência as partes visíveis da planta e dar menor importância aos pormenores microscópicos.

Indicações:

Problemas da próstata, areia na urina, sequelas de escarlatina.

Algumas qualidades medicinais da vara de ouro são já assinaladas em textos do século XIII, se bem que só no fim do século XIX a planta venha a ser utilizada em Fitoterapia.

Uma espécie americana faz parte dos remédios tradicionais utilizados pelos Índios para mordeduras da cascavel.

Parte utilizada :

Flor, Folha, Planta inteira em floração.

Origem :

Seu registro mais antigo de cultivo foi no oriente médio.

Existem diversas espécies, distribuídas pelo Antigo e o Novo Mundo.

Plantio :

É cultivada como um jardim de flor com muitos diferentes cultivares. Floresce abundantemente no final do verão.

A vara de ouro é uma planta vivaz que cresce nas matas de coníferas, em solos ricos e leves.

vara de ouro

Componentes:

Óleo essencial, tanino, saponósidos, pigmentos flavônicos.

Propriedades:

Adstringente, anti-inflamatório, diurético, expectorante

Modo de usar :

A decocção é preparada em 10 minutos, na medida de 30 gramas por litro de água. Deixa-se a planta em infusão durante 12 horas antes de filtrar.

Contra indicações :

Indivíduos com edemas e consequências de insuficiência cardíaca e insuficiência renal.

Bibliografia :

Claude, Lévi-Strauss. O pensamento Selvagem. Papirus, 1989.

Howard, Michael. Traditional Folk Remedies (Century, 1987), p.145

Moreira, Frederico. Plantas que Curam. Hemus, 1994.




Dieta  de 21 dias